segunda-feira, 24 de julho de 2017

Sacramento Racing tem 100% de rendimento na Copa EFX de Enduro FIM

Vinícius Calafati

Equipe das motocicletas KTM vence em quatro categorias e na disputa por equipes; Saldo do fim de semana também inclui domínio no Gaúcho de Cross Country

Fonte: Mundo Press
Fotos:Café Fotos/Mundo Press

A Sacramento Racing teve 100% de rendimento na quarta etapa da Copa EFX de Enduro FIM, realizada neste domingo (23) em Itupeva, interior paulista. A bordo das motocicletas KTM, o time emplacou vitórias com Vinícius Calafati (Júnior), Victor Miranda (E1), Nielsen Bueno (E35) e Reinaldo de Almeida (E6), além de ganhar o ranking por equipes.

"Estou bastante focado em conquistar o título da Copa EFX”, disse Calafati, que acaba de assumir a primeira colocação da Júnior. Ele encerrou a disputa do dia como o segundo mais rápido da geral, lista que apontou Victor Miranda em quarto e o veterano Nielsen Bueno em sexto. Com os resultados, a Sacramento Racing ainda segue na liderança da E1, da E35 e da disputa por equipes.

“Eu estava afiado na etapa, cheguei a liderar a classificação geral na primeira volta e me dei bem no circuito, que mesclou trechos travados e de mata com uma pista de motocross”, relatou Calafati. A quinta etapa da Copa EFX está marcada para o dia 24 de setembro em Mogi das Cruzes (SP).

Maiara Basso fica perto do título brasileiro de velocross da classe VXF

Piloto do Team Rinaldi está invicta após a segunda etapa da competição; Na Copa EFX de Enduro FIM, Bruno Martins amplia liderança da categoria E4

Fonte: Mundo Press
Foto: Café/Mundo Press
Maiara Basso ficou próxima do título brasileiro de velocross da classe VXF. A gaúcha do Team Rinaldi venceu a corrida deste domingo (23) em Blumenau (SC), válida pela segunda – e penúltima – etapa da disputa que envolve exclusivamente as mulheres. “Foi uma ótima prova. Larguei na frente, imprimi um bom ritmo e administrei o resultado até o final”, comentou a competidora, invicta no campeonato.

Este é o ano de estreia da categoria feminina no Brasileiro de Velocross. “A bateria em Blumenau foi show, havia 24 meninas na briga. A pista estava muito boa, aderente e com poucos buracos”, relatou Maiara. Ela é bicampeã nacional de motocross e possui um título brasileiro de Arena Velocross.

Para os homens, as corridas em solo catarinense valeram pela quarta etapa do Brasileiro de Velocross. Lucas Basso, irmão de Maiara, confirmou o sexto lugar nas classes VX1 e VX2. Eles utilizaram os pneus HE40 e SR39 no desafio, modelos da linha off-road da Rinaldi.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Indian usa Scout para criar nova Bobber de visual agressivo

Moto ganhou estética "dark" e motor segue o mesmo V2 de 94 cavalos.

Publicado no Portal G1 em 19/07/2017
A Indian revelou nos Estados Unidos um novo modelos de sua linha de motos que chega até o final do ano ao mercado norte-americano. Utilizando como base a Scout, a empresa criou a Bobber, motocicleta que segue o próprio estilo que o nome indica, como acontece com a Triumph Bobber.
De acordo com a empresa, a Scout Bobber buscou inspiração de seu estilo no período pós-guerra nos Estados Unidos. Entre as mudanças, está um novo guidão, do tipo reto, o recuo da posição das pedaleiras, além de rodas e pneus especiais.

O modelo também foi rebaixado, recebendo suspensão menor na traseira, deixando o motociclista mais próximo ao solo, como manda o estilo Bobber. Na dianteira, um invólucro negro envolve o farol, mesma cor que cobre o escapamento e motor, dando um visuar "dark" para a moto.

Seu assento segue monoposto, porém, foi redesenhado, e os para-lamas ficaram mais curtos. O motor continua o mesmi V2 de 1.133 cc, que é capaz de gerar 94 cavalos de potência.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Fabricante Rinaldi reforça relacionamento com o mercado europeu

Em contato direto com parceiros e potenciais clientes da região, fábrica gaúcha de
Visita da Rinaldi na Tridegar, parceiro espanhol
pneus foca na ampliação das exportações

Fonte: Mundo Press
Foto: Divulgação

Atenta às necessidades do consumidor, a Rinaldi foca no crescimento das exportações para o mercado europeu. A fábrica gaúcha de pneus possui relacionamento sólido com os parceiros e prospecta novos clientes na região, sempre com o objetivo de oferecer opções de qualidade aos motociclistas.
“A Europa já recebe muito bem os produtos da Rinaldi. Por isso, continuamos estudando a fundo o mercado para ampliar a participação da marca”, comentou Renan Vicari, do departamento de exportação da empresa. Ele acaba de retornar à fábrica de Bento Gonçalves (RS) após duas semanas em solo europeu, onde visitou os clientes Crosspro em Portugal, Tridegar na Espanha e MX 477 na Bélgica.

“Vamos ampliar o leque de pneus com certificação europeia, principalmente no segmento on-road. A viagem foi muito proveitosa, todos passaram informações fundamentais para suprirmos o mercado europeu”, acrescentou Vicari. Atualmente, a fábrica possui certificação europeia para os pneus tubeless HB37 (medidas 120/70-13, 90/90-12 e 100/90-10), indicado para uso em scooters, e HE40 (90/90-21 e 140/80-18), destaque da linha off-road.

A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

Bárbara Neves conquista pódio inédito entre os homens no Brasileiro de Enduro FIM

Goiana do Team Rinaldi foi destaque na terceira colocação da classe E4, que teve
a vitória de Bruno Martins; Disputas valeram pela quinta etapa em MG

Fonte: Mundo Press
O Team Rinaldi foi o grande destaque da categoria E4 na quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. O paulista Bruno Martins venceu os dois dias de disputas em Paraopeba (MG), neste fim de semana (15 e 16), enquanto Bárbara Neves alcançou a terceira colocação. “Foi a primeira vez que eu subi no pódio entre os homens do Brasileiro de Enduro FIM e estou muito feliz”, comentou a goiana.

Ela é a atual líder da classe Feminina. “Como não ia ter corrida para a categoria das meninas em Paraopeba, resolvi treinar e ainda me diverti muito, além de fazer um ótimo resultado. Foi uma prova para lembrar sempre”, continuou a atleta de 17 anos.

A classe E4, que reúne atletas com motocicletas nacionais, teve domínio completo de Bruno Martins – o mais rápido nos dois dias de disputas. “O fim de semana foi perfeito, o evento estava 100%, muito bem sinalizado e com grande presença do público. Consegui manter a concentração e vencer quase todas as especiais”, contou o piloto. A dupla faz parte da Zanol Team Rinaldi ASW.

A equipe da fábrica gaúcha de pneus também obteve lugares no pódio da etapa com Rigor Rico (3º da classe E3), Ronald Santi (4º da E2) e Ripi Galileu (5º da E2). Os competidores utilizaram pneus dos modelos HE 40, SR 39 e SH 31, da linha off-road. O Brasileiro de Enduro FIM é patrocinado pela Rinaldi e realiza a sexta etapa do calendário nos dias 16 e 17 de setembro em Araxá (MG).

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Ducati se 'despede' da Panigale com V2 e anuncia motor V4 derivado da MotoGP

Mil 299 Panigale Final Edition tem 209 cavalos e custa 39.900 euros. Para o futuro, CEO anuncia nova geração de motores V4.

Publicado no portal G1 em 17/07/2017
A Ducati revelou, na Europa, a 1299 Panigale R Final Edition, edição especial da conhecida esportiva. De acordo com a empresa, o modelo é um tributo ao motor de dois cilindros da empresa e a moto chega a 209 cavalos de potência e possui as cores da bandeira da Itália - verde, branco e vermelho.
No entanto, esta homenagem ao V2 abre as portas para uma "nova era" dentro da empresa. "Estamos aqui hoje para celebrar história, como estamos na véspera da abertura de um novo capítulo em que nosso sistema desmodrônico (tecnologia tradicional da marca) será usado em uma nova geração de motores V4 derivados do know-how desenvolvido na MotoGP", disse Claudio Domenicali, CEO da Ducati.

A montadora italiana vem utilizando os motores V4 com sucesso nas pistas do mundial de motovelocidade, com os pilotos Andrea Dovizioso e Jorge Lorenzo, porém, ainda não o utilizou em motos de rua, que, até então, eram exclusivamente equipadas com o V2.

O motor da 1299 Panigale R Final Edition é derivado da exclusiva 1299 Superleggera, a moto mais cara do Brasil. A potência máxima vem a 11.000 rpm e o torque de 14,5 kgfm a 9.000 rpm. Já o chassi é derivado da Panigale R, que disputa o Mundial de Superbike, o que lhe rendeu peso de apenas 179 kg.

Brasileiro de Enduro FIM – Luís Oliveira é o mais rápido em Paraopeba (MG)

Português amplia vantagem na primeira posição das classes Enduro GP e E1
após a quinta etapa

Fonte: Mundo Press
Foto: Fred Mancini

Estreante no calendário, Paraopeba (MG) entrou para a história do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. A quinta etapa terminou neste domingo (16) e contou com forte presença do público e muito empenho dos organizadores. O português Luís Oliveira foi o vencedor após os dois dias de disputas, ampliando vantagem na primeira colocação das classes Enduro GP, que reúne os mais rápidos da competição, e E1.

“Foi um fim de semana difícil para mim, mas vou para casa com a sensação de objetivo cumprido. O resultado é muito importante para continuar na luta pelo campeonato”, disse Oliveira, da Honda Racing. O capixaba Bruno Crivilin chegou perto da vitória na Enduro GP em Paraopeba, mas uma queda na última volta teve preço alto. “Foi uma prova que elevou ainda mais o nível do Brasileiro, com chão duro e altas velocidades. Andei bem, mas não foi o suficiente para vencer e o Luis mereceu”, declarou o piloto da KTM Orange BH. 

O Brasileiro de Enduro FIM 2017 é patrocinado por Rinaldi e conta com o apoio de MRPRO Braces, ASW, Sacramento Motorsports, Orange BH, Zanol Parts e Edgers.

Resultados - 5ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM
Enduro GP
1 – Luís Oliveira
2 – Júlio Ferreira
3 – Bruno Crivilin
4 – Rômulo Bottrel
5 – Loandro Anton

E1
1 – Luís Oliveira
2 – Loandro Anton
3 – Victor Miranda

E2
1 – Bruno Crivilin
2 – Júlio Ferreira
3 – Diego Colett

E3
1 – Rômulo Bottrel
2 – Gustavo Pellin
3 – Rigor Rico

EJúnior
1 – Vinícius Calafati
2 – Willian Dalmonech
3 – Gabriel Soares “Tomate”

E4
1 – Bruno Martins
2 – Jaime Zorzal Júnior
3 – Bárbara Neves

E35
1 – Nielsen Bueno
2 – Diogo de Andrade
3 – Luiz Carlos Pereira

E40
1 – Beto Lamego
2 – Frederico Garcia
3 – Luciano de Lima

E45
1 – Pélmio Simões
2 – Laurindo Zatorski Filho
3 – Marcos Benvenutti

E50
1 – Jirius Abboud
2 – Roberto Theodoro
3 – Gustavo Jacob

EAmador
1 – Augusto Benvenutti
2 – Sidei Chaves
3 – Uliam Bunetta

Classificação do campeonato após cinco etapas
Enduro GP
1 – Luís Oliveira – 236 pontos
2 – Júlio Ferreira – 177
3 – Bruno Crivilin – 176
4 – Rômulo Bottrel – 168
5 – Gustavo Pellin – 129

E1
1 – Luís Oliveira – 250
2 – Loandro Anton – 194
3 – Patrik Capila – 152

E2
1 – Júlio Ferreira – 223
2 – Diego Colett – 200
3 – Bruno Crivilin – 188

E3
1 – Rômulo Bottrel –233
2 – Gustavo Pellin – 227
3 – Rigor Rico – 160

EJúnior
1 – Gabriel Soares “Tomate” – 195
2 – Vinícius Calafati – 192
3 – Willian Dalmonech – 190

E4
1 – Jaime Zorzal Júnior – 215
2 – Thiago Wernersbach – 213
3 – Bruno Martins – 100

E35
1 – Nielsen Bueno – 245
2 – Diogo de Andrade – 182
3 – Anderson Vieira – 113

E40
1 – Cassiano Tebaldi – 182
2 – Luciano de Lima –166
3 – Beto Lamego – 90

E45
1 – Pélmio Simões – 230
2 – Marcos Benvenutti – 190
3 – Laurindo Zatorski Filho – 173

E50
1 – Roberto Theodoro – 166
2 – Luiz Carlos de Barros – 82
3 – Cleber Sacramento – 50

EAmador
1 – William Palandi – 200
2 – Augusto Benvenutti – 136
3 – Roberto Theodoro – 54